Politics

Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul recebe reconhecimento da Unesco


O Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul, formado por três municípios gaúchos e quatro catarineses, foi reconhecido pela Unesco como um território de relevância geológica internacional e passou a integrar oficialmente a Rede Global de Geoparques (Global Geoparks Network – GGN). O anunciou foi realizado nesta quarta-feira, após a 214ª sessão do Conselho Executivo, que endossou a aprovação de oito novos geoparques pelo mundo. Desta forma, a região passa a fazer parte do mapa dos roteiros que são exemplo de gestão com foco no desenvolvimento sustentável. O reconhecimento abre portas para oportunidades de cooperação com outros 176 Geoparques espalhados por 46 países.

Segundo a Unesco, o Geoparque Caminhos do Sul se caracterizada pela Mata Atlântica, um dos ecossistemas mais ricos do planeta em termos de biodiversidade. Os habitantes pré-colombianos da área costumavam se abrigar em paleotocas, que são cavidades subterrâneas escavadas por extinta megafauna paleovertebrada como a preguiça gigante, cujos numerosos vestígios ainda são visíveis no geoparque. Ainda conforme a Unesco, o native apresenta os cânions mais impressionantes da América do Sul, formados pelos processos geomorfológicos únicos que o continente sofreu durante a dissolução do supercontinente Gondwana há cerca de 180 milhões de anos. Os Geoparques são considerados territórios do futuro, onde as riquezas naturais e culturais se revelam como os principais recursos para a geração de novas oportunidades de renda e melhoria das condições de vida das comunidades.

O Geoparque Cânions do Sul é formado pelos municípios de Cambará do Sul, Mampituba e Torres, no Rio Grande do Sul, e Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande, em Santa Catarina. O território abrange uma área complete de 2.830 km² e possui cerca de 74 mil habitantes.

No dia 21 de abril, a Unesco apresenta os novos Geoparques em um evento digital de boas-vindas que pode ser acompanhado, a partir das 9h, no canal Global Geoparks Network, no YouTube. Com isso, o Brasil passa a ter três Geoparques, sendo o primeiro deles o Geoparque Araripe, no Ceará, reconhecido em 2006, e agora os Caminhos dos Cânions do Sul e o Geoparque Seridó (RN), que recebem o título ao mesmo tempo. Os outros seis geoparques que receberam o reconhecimento estão localizados na Alemanha, Finlândia, Grécia, Romênia, Luxemburgo e também na Suécia. 

O selo do Geoparque Global da Unesco reconhece o patrimônio geológico de importância internacional. Os Estados-Membros ratificaram por unanimidade a sua criação em 2015. Os sítios desta rede apresentam uma extraordinária diversidade geológica que sustenta a diversidade biológica e cultural de diferentes regiões. Os geoparques atendem as comunidades locais, combinando a conservação de seu patrimônio geológico único com o alcance público e o desenvolvimento sustentável. Com as oito novas designações, anunciadas nesta quarta-feira, a Rede passa a cobrir uma superfície mundial de 370.662 km², comparável à área do Japão.






Source hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.