Politics

Polícia Civil faz ofensiva contra conflito com mortes entre facções em Porto Alegre

[ad_1]

A Polícia Civil deflagrou uma ofensiva contra as mortes decorrentes do conflito pontual entre facções criminosas e que causou 24  vítimas em Porto Alegre. Ao amanhecer desta segunda-feira, o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagrou a operação Constelação na vila Cruzeiro do Sul, no bairro Santa Tereza, e no bairro Vila Nova. A ação teve apoio da Brigada Militar através da Força Tática do 1º BPM.

Houve o cumprimento de 21 ordens judiciais, sendo 12 mandados de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão na região. Os alvos, todos integrantes de uma facção, são os responsáveis pelos homicídios. Todas as seis delegacias especializadas do DPHPP foram mobilizadas.

“Demos início à série de ofensivas contra as facções que estão protagonizando esse conflito”, enfatizou o diretor da Divisão de Homicídios do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil, delegado Eibert Moreira Neto, acrescentando que vários suspeitos já foram identificados e que as ações terão prosseguimento na cidade. “Temos dezenas de pessoas identificadas e nos próximos dias/semanas daremos sequência à série de ofensivas contra os envolvidos nas mortes”, assegurou.

O delegado observou que nenhum homicídio foi registrado nos últimos sete dias na Capital. Segundo ele, o último foi aquele no dia 4 de abril na vila Cruzeiro do Sul, onde a vítima foi arrebatada e o corpo foi localizado somente no dia 7 no bairro Vila Nova.

“Chegamos a equação perfeita na contenção dos homicídios, com saturação, intervenção prisional e investigação com coleta qualificada de provas resultando em prisões dos envolvidos”, resumiu.

Na semana passada, o Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil já havia realizado duas operações. Na quarta-feira passada, uma ação resultou na apreensão de seis placas balísticas modelo “strike face” e uma capa de colete à prova de balas na vila Cruzeiro do Sul. Já na última sexta-feira, a ação ocorreu na área e também na vila Buraco Quente, no morro Santa Tereza. Houve a prisão de três suspeitos e recolhimento de 600 gramas de maconha, pedras de crack, balança de precisão e dinheiro.

A Brigada Militar também tem atuado no combate ao conflito, com reforço de efetivo no policiamento ostensivo, incursões nas áreas conflagradas e abordagens de suspeitos e veículos. Por sua vez, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) já transferiu duas lideranças de facções entre casas prisionais em março.




Foto: PC / Divulgação / CP



[ad_2]

Source hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.